ANT-T - ANTIMONIUM TARTARICUM - Emeticus , Tartarus emeticus , Kalii antimoniotartras , Tartarus stibiatus , Stibio-kali tartaricum - tartaro emético - Ant-t


ANTIMONIUM TARTARICUM

REINO : MINERAL   -  MIASMA: TUBERCULINICO

Tártaro ermético

  • Adequado às pessoas apáticas e fleumáticas; a criança se agarra aos que estão ao redor, quer ser carregada no colo; chora e se queixa quando alguém a toca; não deixa que lhe sintam o pulso. O estado se agrava rapidamente.
  • A atmosfera do quarto tem odor forte, acre (aproximação da morte);
  • Agravação à tarde/noite; deitado, calor, umidade, mudança de clima e leite; melhora com frio intenso, sentando/em pé, após eructos ou expectoração;
  • Confusão mental;
  • Criança medrosa, fraca; não querem ser tocadas, chorosas;
  • Delírios;
  • Desejo extraordinário de maçãs; desejo de ter algo frio no estômago; desejo de frutas e bebidas ácidas;
  • Expressão de sofrimento;
  • Idoso deprimido;
  • Indicado aos extremos da vida;
  • Medo de ficar só;
  • Resmungos;
  • Sensação de cóccix puxado para trás;
  • Sensação de plenitude;
  • Sensação de pressão no abdômen, dobra para frente.
  • Asfixia mecânica, aparentando morte por afogamento, por muco nos brônquios, por paralisia iminente dos pulmões, por corpos estranhos na laringe ou traquéia, com sonolência e coma;
  • Bronquites (crises constantes em crianças);
  • Catarro;
  • Cefaléia como se laço apertasse a cabeça;
  • Cianose (braços tensos, olhos fundos, narinas dilatadas);
  • Circulação deprimida;
  • Congestão hepática;
  • Deglutição difícil para os líquidos;
  • Diarréia aquosa;
  • Digestão difícil (repugnância pelos alimentos);
  • Erupção de pústulas dolorosas;
  • Flatulência;
  • Fraqueza;
  • Furúnculos;
  • Gosto amargo na boca;
  • Gota;
  • Icterícia com pneumonia, especialmente do pulmão direito;
  • Lábios lívidos, azulados;
  • Língua com camada pastosa, grossa e branca, papilas e bordas avermelhadas, com listras; carregada;
  • Mucosa gástrica ulcerada;
  • Nariz obstruído;
  • Náuseas;
  • Pele fria, terrosa;
  • Prostração;
  • Respiração deprimida;
  • Roncos e extertores, ruídos no peito;
  • Rosto frio, azulado, pálido, coberto de suor frio;
  • Sede reduzida (apenas água gelada);
  • Sonolência intensa; irresistível inclinação a dormir acompanha todas as queixas;
  • Tosse com grande coleção de muco nos brônquios, parece que vai expectorar muito muco, mas nada vem; provocada por comer;
  • Transpiração com suor frio;
  • Transtornos digestivos;
  • Umidade de porões;
  • Vertigem alternando com torpor;
  • Vômitos em qualquer posição, exceto deitado sobre o lado direito; fáceis.

MATERIA MEDICA - keynotes

ANTIMONIUM TARTARICUM (ant-t.)

FACE:
- Cianose em bebês.
TOSSE:
- Profunda, sem mucosidade.
- Tosse crônica em pessoas de idade com face hipocrática.
TORAX:
- ESTERTORES respiratórios altos no peito, esp. em crianças.
- Peito cheio de muco, inabilidade em eliminá-los.
- Enfisema.
- Bronquite crônica.
- Asfixia em recém-nascidos.

 

MATERIA MEDICA - Lathoud/Vijnovsky MM

ANTIMONIUM TARTARICUM (LV)
Ação Geral:
É um depressor do sistema nervoso, por meio do qual produz paralisia motora e sensorial com perda de reflexos. É um grande depressor cardíaco que atua profundamente sobre a circulação. Também é importante sua ação sobre as mucosas, provocando um catarro intenso com secreções muito abundantes.
Características:
Manifesta por um estado de asfixia se ataca os pulmões ou por sintomas coleriformes se ataca o tubo digestivo. Em ambos os casos há cianoses evidente, cara consumida e olhos afundados com olheiras, fossas nasais dilatadas e com movimentos rápidos, lábios lívidos a azulados às vezes; cara fria, terrosa com suores frios.
Este medicamento convém particularmente em idades extremas: tanto em velhos debilitados em que uma simples bronquite pode causar morte, como em crianças medrosas em cujo desenvolvimento está perturbado por transtornos digestivos.
Grande sonolência e torpor que pode chegar ao coma; prostração e debilidade marcada neste medicamento, como Nux moscata e Opium. Grande acumulo mucoso no tubo respiratório, com grandes grumos mucosos difíceis de expulsar.
Náuseas tão intensas como as de Ipeca, mas aliviadas pelo vômito.
Modalidades:
< Pela noite e pela tarde; deitado; pelo calor; por câmbios de tempo; por tempo frio e úmido; na primavera; pelo leite e ácidos.
> Por frio intenso; sentado ou parado; pelos eructos e expectoração.
Sintomas Mentais:
A criança pega, aferra-se aos que estão ao seu redor, quer que o carreguem (alcem) nos braços e está melhor erguido nos braços. Porém não quer que o toquem ou que o falem ou o mirem; exceto que o carreguem.
É muito característico os sintomas: 'a criança tosse cada vez que se irrita'; e 'pranto lastimoso antes e durante a tosse'. Se irrita com muita freqüência, sempre está mal humorado.
Grande inquietude e desassossego.
Sintomas Gerais:
Grande prostração, em ocasiões de colapso: se afunda na cama, com marcada sonolência (pior com a tosse).
Estados de asfixia, progressiva e iminente, por causas mecânicas no recém nascido ou por enfermidades respiratórias, com cianoses nos lábios, prostração, sudorese, palidez e pulso filiforme.
Convulsões quando não brotam as erupções, sobretudo na varíola ou na varicela.
Enfermidades originadas por expor-se à umidade, especialmente em sótãos ou habitações úmidas. Constituição hidrogenóide. Para seqüela de vacina quando Thuja e Silicea não estão indicados. Mais em velhos e crianças.
Desejos de maçã, ácidos e frutas ácidas. Aversão ao leite.
Sintomas Locais:
Nariz afilado com orifícios abertos e aleteo nasal, especialmente na pneumonia (Lyc).
Cara pálida, terrosa, hipocrática, cianótica, fria, afundada, coberta de suores frios. Sacudidas na cara ao tossir.
Sem sede durante bronquite.
Junto com os problemas pulmonares, os problemas digestivos, especialmente gástricos, são os mais destacados de Antimonium tartaricum. Náuseas: 'é um dos nossos remédios melhores em estados de náuseas'. A náusea é tão intensa com em Ipeca, porém menos persistente e é melhorada pelo vomito (Clarke), pior por ver a comida.
Arcadas com vômitos muito dificultosos, dolorosos que o levam a sufocação, como se fora morrer, cada vez mais esgotado e sonolento. Pior à noite.
Ruídos estertorosos no peito, bronquiais, que se ouvem à distância, provocados por um grande acumulo de muco em sua árvore respiratória, com incapacidade para expectoração. Respiração acelerada, abdominal, ruidosa, dispnéica; pior deitado; criança melhora erguida; melhor expectorando. Asma pior às 3h e melhor expectorando.
Asfixia pálida do recém nascido (Camph).
Bronquites capilar e bronquio-pneumonias em bebês. Atelectasia pulmonar, hepatização pulmonar pós-pneumonia.
Em todas as afeções respiratórias agudas (BCP em bebês).
Violenta dor sacro-lombar.
Corresponde a mais casos de lombalgias que nenhum outro medicamento (Clarke).
Sono profundo. Intensa sonolência e bocejos durante a tosse.
Suores profusos nas partes afetadas; frios.
Um dos principais medicamentos da varíola; varicela, com dores lombosacras.



MATÉRIAS MÉDICAS

  • A
  • B
  • C
  • D
  • E
  • F
  • G
  • H
  • I
  • J
  • K
  • L
  • M
  • N
  • O
  • P
  • Q
  • R
  • S
  • T
  • U
  • V
  • W
  • X
  • Y
  • Z

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSAS NOVIDADES