ARAN - ARANEA DIADEMA


MATERIA MEDICA - keynotes

ARANEA DIADEMA (aran.)

REINO : ANIMAL   -  MIASMA: TUBERCULINICO

- Afecções do sistema nervoso. Dores nevrálgicas.

- Periodicidade exata.
- < Tempo úmido, poluido, frio.
- < Final da tarde.
- Sensação de inchaço/enorme intumescência.
- Febre intermitente crônica.
- Dor de dente a noite ao deitar.
- Estrias (Nat-m, Sep, Zinc).
- KN: > fumando (ao ar livre).

 

MATERIA MEDICA - DR ALFREDO EUGÊNIO VERVLOET (PORTUGUÊS)
ARANEA DIADEMA - Papal-Cross Spider (Aranha porta-cruz)
Todos os venenos de aranhas afetam fortemente o sistema nervoso (Ver: Tarântula, Mygale, etc.).
Todos os sintomas da Aranea se caracterizam por periodicidade, friagem, e muita suceptibilidade à umidade. É o remédio para as constituições favoráveis ao veneno da malária, em que cada dia úmido ou lugar úmido favorece os calafrios. O paciente sente frio até nos próprios ossos. Um frio que nada alivia. Sentindo como se as partes do corpo estivessem maiores e mais pesadas. Acorda de noite sentindo as mãos com o dobro do tamanho naturaL Baço inchado. Constituição hidrogenâide, isto é, sensibilidade anormal à umidade e ao frio, incapacidade para viver perto de água doce, lagos, rios, etc., ou em lugares frios e úmidos. [Nau Sulph. Thuya.J. Cabeça - Dor no nervo trigêmeo direito, da periferia para dentro. Confusão; melhora fumando ao ar-livre. Calor e tremor nos olhos, piora com a atmosfera úmida. Dor súbita violenta nos dentes à noite, imediatamente depois de deitar. Órgãos femininos - Menstruações muito cedo, abundantes. Dilatação do abdome. Nevralgia lombo-abdominaL
Peito - Dor no nervo intercostal, das extremidades para a coluna. Hemorragia dos pulmões, vermelho-clara. [Miliefol; Ferr.phàs.J.
Estômago - Câimbras depois de comer um pouco; epigástrio doendo quando comprimido.
Abdome - Baço crescido. Cólica voltando à mesma hora. Peso no baixo abdome, como se tivesse uma pedra. Diarréia. Sente os braços e as pernas dormentes. Extremidades - Dores nos ossos das extremidades. Dor no osso do calcanhar. Sensação de inchação, e das extremidades ficando dormentes. Sono - Inquietação, acordando, como se as mãos e os antebraços estivessem inchados e pesados.
Febre - Frio, com dor nos ossos longos, e sensação de uma pedra no abdome à mesma hora todos os dias. Frio dia e noite; sempre pior enquanto chove. Modalidades - Piora, com tempo úmido; no fim da tarde e à noite. Melhora, fumando tabaco.
Relacionamento - Tela aranearum - teia de aranha - (Insónia cardíaca, aumento da energia muscular. Excitação e agitação nervosa em estados fabris. Asma seca. Tosse aflitiva; dores de cabeça periódicas com muita agitação nervosa. Febres intermitentes obstinadas. Atua imediatamente sobre o sistema arterial, pulso cheio, forte, compressível).
Baixa e freqüência do pulso. Moléstias periódicas mascaradas, pacientes abatidos, agitados. Os sintomas aparecem de repente com a pele fresca, pagajosa. Dormência nas mãos e nas pernas estando em repouso. Frio constante.
Aranea Scinencia - Aranha cinzenta - (repuxamento constante nas pálpebras inferiores. Sonolência. Piora em quarto quente). Heloderma; Cedron; Arsénico. Dose - Tintura à trigésima dinamização.

 

MATERIA MEDICA - CLARKE (PORTUGUÊS)
Introdução
A aranha-cruz N. O. Arachnida. Tintura.

Generalidades
Hemorragias de todos os órgãos.
Dores nevrálgicas, a maioria do lado direito, melhor pela pressão forte, pior no período menstrual, especialmente antes, mas ainda durante todo ciclo, pior 12 à noite, insuportável, levando-a para fora da cama, pior de 3 a 8 da tarde, agravamento recorrente como relógio, menstruação a cada três semanas.
Grande exaustão e lassidão.
Deseja manter-se em movimento constante ao sentar-se.
Subsultus tendinum.
Catalepsia, dor de cabeça periódica, pior no tempo úmido.

Características
Grauvogl é nossa principal autoridade para o uso de Aranea. É um dos principais remédios para a constituição de hidrogênio como descrito por ele, e para febres intermitentes e outras afecções intermitentes.
Por constituição hidrogênio, ele queria dizer sensibilidade anormal à umidade e ao frio, e incapacidade de viver perto de água doce, rios ou lagos, ou em lugares úmidos e frios.
Isso dá o pior do banho, do clima úmido, das localidades úmidas ou das habitações, piorando com o ar frio.
Calafrio seguido de pouca ou nenhuma febre.
Chill e ataques neurálgicos na mesma hora todos os dias, todos os dias, semanas, meses ou períodos regulares.
Os ataques são violentos e repentinos.
Sensação de inchaço em muitas partes, cabeça, rosto, mãos, de dormência, de frieza como se os ossos fossem feitos de gelo.
Hemorragias de muitas partes, de feridas.
Feridas perfuradas.
Exaustão.
Dores como correntes elétricas.
Grande desejo de deitar, muitos sintomas melhor deitado.
Dor de dente pior noite depois de deitado.
Ao deitar-se na cama e tocar na roupa de cama, seja de linho ou lã, sente um calafrio.
Muitos sintomas ocorrem no lado direito.
Chill não melhor pelo calor externo, sem suor com febre.

Clínico
Ossos, afetos de.
Catalepsia.
Arrepios.
Dismenorréia.
Dispepsia.
Hemorragias
Diátese hemorrágica.
Dor de cabeça.
Constituição Hidrogenoide.
Intermitentes
Caquexia Malarial.
Menstruação, irregularidades de.
Neuralgia.
Feridas perfuradas.
Afecções escorbúticas.
Raquitismo do escorbuto.
Baço, afeto de.
Dor de dente.

Mente
Desanimada, anseia pela morte.

Cabeça
Dor de cabeça (na testa), aliviada por fumar tabaco e sair para o ar livre.
Confusão e pressão na cabeça, mitigada pelo apoio da cabeça.
A vertigem e a cintilação diante dos olhos, antes da dor de cabeça, quando se sentam, devem deitar-se.
Confusão de cabeça, depois de se aposentar, noite quando estudando, com pressão como se em ossos do templo direito, melhor por pressão e sudação.
Dor de cabeça melhor inteiramente ao ar livre.
Dor de cabeça, com ardor nos olhos e calor do rosto
Queima de calor na testa e no rosto.

Olhos
Brilhando e brilhando diante dos olhos, precedendo a dor de cabeça,
Queimando, ardendo, atirando nos olhos.

Boca
Instantaneamente, uma sensação dolorosa, como se surgisse de vários pontos, disparou ao longo da língua, afetando dolorosamente a língua, as mandíbulas e a cabeça, o efeito foi instantâneo, como um choque de uma bateria elétrica.
A língua parecia quase paralisada, a fala pesada e pesada, e as dores na raiz da língua e na mandíbula, especialmente na articulação, mais excruciante.
Gosto amargo, com a língua revestida, aliviada pelo fumo.

Dentes
Dor de todos os dentes, logo que ele vai para a cama à noite.
Sensação acentuada de frio nos dentes (incisivo) todos os dias na mesma hora.
Sensível sensação de frio nos incisivos inferiores direitos, especialmente no ar, voltou no dia seguinte na mesma hora.
Dores violentas súbitas nos dentes da mandíbula superior e inferior, à noite, imediatamente após deitar-se.

Estômago
Sede durante a febre e durante a maior parte dos outros sofrimentos.
Desânimo e lassidão, com sede.
Coryza, com sede.
Comer causa dor de cabeça e espasmos.
Vômito, com febre.
Epigástrio doloroso à pressão.

Abdômen
Inchaço do baço (após febre intermitente foi suprimida por quinina).
Baço aumentado com frieza.
Plenitude e peso no abdome a partir de uma pedra, com sensação de afundar no epigástrio.
Borborygmi no abdômen e peso nas coxas, todos os dias na mesma hora.
Cólica, estremecendo para a noite.

Fezes
Diarréia, braços e pernas, como se estivessem dormindo.
Banquetas aquosas, com grande estrondo nas entranhas como se fosse de fermentação.
Evacuação líquida, difícil, cólica da sagacidade, que é melhorada pela fricção no abdômen.

Genitália feminina
Dismenorréia, espasmos que começam no estômago.
Catamenia muito cedo, muito frequente, muito profusa, de duração muito longa.
Períodos oito dias muito cedo, muito fortes e muito copiosos.
Metrorragia, sangue colorido brilhante.
Descarga de muco viscoso da vagina.
Leucorréia viscosa.

Órgãos respiratórios
hemoptise. Hemoptise violenta em indivíduos anêmicos e debilitados.

Membros superiores
Dormência das partes supridas pelo nervo ulnar.
Dores penetrantes e penetrantes nos ossos e em todas as partes do corpo, especialmente no úmero e no antebraço.
À noite, uma sensação como se as mãos e os antebraços fossem maiores e mais pesados.
Sensação no anel e dedinhos como se estivessem dormindo.

Membros inferiores
Perfuração e escavação na tíbia direita e os calcis, continuando a mover o pé e desaparecendo continuando o movimento.
Úlcera no calcanhar esquerdo.

Dormir
Assim que ele se deita à noite, uma dor violenta em todos os seus dentes
Sono inquieto com vigília freqüente.
Inquieto, ao despertar, alguma parte do corpo parece inchada.

Febre
Antes de frio: corte cãibras no estômago, vômitos, dor nas costas.
Frio o tempo todo, não pode ficar quente, frio como se ossos feitos de gelo, mesmo no verão, pior durante a chuva.
Sensação de frio depois de estar na água.
Relaxe com a regularidade do relógio, como o relógio bate quatro diariamente.
Sede, febre e suor podem estar ausentes.
Refresque-se a cada dois dias exatamente na mesma hora.
Durante o frio: dores na cabeça, estômago, joelhos.
Depois disso: vômito.
Durante o calor: dor de cabeça (mas menos violento do que durante o frio), com sonolência.
Depois do calor: vômito e prostração, está como se morto, picando em olhos.
Suor ausente, suor sem sede, suor com sede.

Relacionamentos
Compare: Mygale, Theridion, Tarantula, Ip., Nux-v., Ars. (intermitentes e afecções ósseas), Cedron (intermitentes de climas quentes, Aran., principalmente de climas frios).
Antídotos: Chin., Quinine, Merc.
Antidoted by: Smoking tobacco.



MATÉRIAS MÉDICAS

  • A
  • B
  • C
  • D
  • E
  • F
  • G
  • H
  • I
  • J
  • K
  • L
  • M
  • N
  • O
  • P
  • Q
  • R
  • S
  • T
  • U
  • V
  • W
  • X
  • Y
  • Z

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSAS NOVIDADES